João Salto

João Salto

O PRINCÍPIO...

Minha foto

A E. M. "João Salto" foi criada pela lei municipal n.º 353, de 25/10/60, pelo prefeito João Salto, autoridades constituídas e demais políticos daquela época, que verificaram a evasão dos jovens que buscavam em outras cidades campo para sua formação profissional. Deu-se o nome de "Escola Técnica de Comércio Municipal de Laranjal Paulista", iniciando suas atividades em um prédio no Largo São João. Depois desempenhou suas atividades no então "Grupo Escolar Quinzinho do Amaral" e em 1968 passou a funcionar no prédio atual. Em 1976, atendeu pelo nome de “Colégio Comercial Municipal de Laranjal Paulista”; em 1977, “Colégio Comercial Municipal “João Salto”; em 1980, Escola Municipal de Primeiro e Segundo Graus “João Salto”; em 1999, Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio “João Salto”; a partir de 2001 até os dias atuais, atende pelo nome de Escola Municipal “João Salto”. Todo ano letivo traz o conhecimento para mais de mil alunos matriculados no ensino fundamental e médio.

UM ESPAÇO A MAIS PARA A NOSSA COMUNICAÇÃO

Disponibilizamos um e-mail para que você possa nos enviar suas fotos, videos, mensagens, dúvidas e outras coisas que possam ser divulgadas no blog ou respondidas. Nos mande a foto ou video que você tem do passeio em classe, alguma matéria que interesse aos seus amigos, algum fato importante... você pode colaborar com a divulagação neste blog. Pedimos que as mensagens enviadas sejam devidamente identificadas e que esteja escrito a autorização da divulgação. Segue o endereço:
emjsalto@gmail.com

domingo, 9 de maio de 2010

DIA DAS MÃES?



Pois muito bem, hoje é o dia das mães... dos 365 dias do ano deixaram um dia para a pessoa que por nove meses nos levou pra lá e pra cá em sua barriga. Que teve os cuidados quando ainda não podíamos tomar conta de nós mesmos. Que por diversas vezes trocou aquela deliciosa noite de sono pra ficar ao nosso lado, cuidando de nós. Pois é, e por isso e muito mais merecidametente a homenageamos neste dia. Mas peraí, pro carnaval dedicamos até mais de 4 dias... paras as festas juninas dedicamos um mês... para as festas de final de ano lá se vai uma semana... e para as mães reservamos um dominguinho... É justo? É merecido? Pra levar ao pé da letra, todo dia é sim o dia da mãe, bem como todo dia é o dia do pai e também do(a) filho(a). Mas peraí também, então todo dia tem que rolar presente? Por um lado é bom, vamos ganhar todo dia, mas também teremos que dar presente todo dia. Pois afinal o que é um "dia de ..." sem presente? Hum... a menos que o presente não seja tão importante quanto o que a data homenageia? Será que posso trocar um lindo vaso de flores ou aquele perfume agradável por um longo e simples abraço? Posso trocar um dia comemorativo como o de hoje por meia hora diária, nos 365 dias do ano, para me dedicar a conversar com minha mãe? Olhar diretamente em seus olhos, perguntar o que ela fez hoje, em que posso ajudá-la, convidá-la para um passeio, uma caminhada... meia hora durante 365 dias, na matemática vai dar 10.950 minutos em um ano, dividido por 60 minutos chego a 182 horas e meia ou sete dias e algumas horinhas de dedicação para com minha mãe... hum... é será que é por isso que criamos o dia das mães? Será que é mais fácil comprarmos um presente para este domingo e esquecermos os 364 dias restantes? Isso depende de cada um, da sua gratidão e de seu amor. Mas pensando bem, mãe (valendo pros pais também) é todo dia, e um abraço diário dado com amor é muito mais importante do que aquele mega-presente-que-eu-quero-comprar-pra-ela. Pense nisso. (JS)