João Salto

João Salto

O PRINCÍPIO...

Minha foto

A E. M. "João Salto" foi criada pela lei municipal n.º 353, de 25/10/60, pelo prefeito João Salto, autoridades constituídas e demais políticos daquela época, que verificaram a evasão dos jovens que buscavam em outras cidades campo para sua formação profissional. Deu-se o nome de "Escola Técnica de Comércio Municipal de Laranjal Paulista", iniciando suas atividades em um prédio no Largo São João. Depois desempenhou suas atividades no então "Grupo Escolar Quinzinho do Amaral" e em 1968 passou a funcionar no prédio atual. Em 1976, atendeu pelo nome de “Colégio Comercial Municipal de Laranjal Paulista”; em 1977, “Colégio Comercial Municipal “João Salto”; em 1980, Escola Municipal de Primeiro e Segundo Graus “João Salto”; em 1999, Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio “João Salto”; a partir de 2001 até os dias atuais, atende pelo nome de Escola Municipal “João Salto”. Todo ano letivo traz o conhecimento para mais de mil alunos matriculados no ensino fundamental e médio.

UM ESPAÇO A MAIS PARA A NOSSA COMUNICAÇÃO

Disponibilizamos um e-mail para que você possa nos enviar suas fotos, videos, mensagens, dúvidas e outras coisas que possam ser divulgadas no blog ou respondidas. Nos mande a foto ou video que você tem do passeio em classe, alguma matéria que interesse aos seus amigos, algum fato importante... você pode colaborar com a divulagação neste blog. Pedimos que as mensagens enviadas sejam devidamente identificadas e que esteja escrito a autorização da divulgação. Segue o endereço:
emjsalto@gmail.com

sábado, 25 de maio de 2013

SUGESTÃO DE LEITURA PARA O SÁBADO...


Guia do Mochileiro das Galáxias é um clássico juvenil, e certamente tem um lugar cativo na bagagem dos fãs de videogames, nerds e fanáticos por histórias em quadrinhos. O livro, gestado pelo autor, Douglas Adams, com boas doses de ironia delicada, capítulos concisos e personagens sedutores, narra a trajetória do britânico Arthur Dent, subitamente envolvido em um turbilhão de aventuras absurdas e alucinantes, construídas a partir de um ponto de vista científico e filosófico elaborado pelo próprio escritor.
A obra, que entre críticos e público é universalmente respeitada, independente da avaliação do gosto pessoal, é certamente bem estruturada e inventiva, fruto da escrita de alguém que não temeu ousar e não priorizou as questões mercadológicas. Com muito bom humor o autor expõe seu modo de ver o Cosmos e até mesmo as questões elementares que desde sempre assediam o ser humano – quem somos nós? Para onde estamos indo? O que é a existência?
Esta série tem como protagonista um inglês típico, apreciador do chá e cercado por poucos e seletos amigos, entre os quais está Ford Prefect, que durante muito tempo passa por um artista sem emprego; mas, em um dia de total ausência de sorte para Artur, quando se transforma em um sem-teto, o camarada revela ser o habitante de outro Planeta.
Artur nem mesmo tem muito tempo para absorver as novas informações, pois Ford também compartilha com ele a informação de que a Terra está em via de colisão com os interesses dos Vogons, uma civilização extraterrena que pretende construir, no lugar do Planeta, uma via interligando as galáxias que povoam o Universo.
Ford toma a iniciativa da elaboração de um plano maluco, viajar como clandestino na própria nave dos Vogon, e convida Artur para seguir ao seu lado; ambos fogem instantes antes da destruição da Terra. Não demora muito, porém, para que sejam descobertos pelo líder da Frota de Demolição, Prostetnic Vogon Jeltz, que os expulsa e os deixa à mercê da sorte no Cosmos.
Os dois, porém, em um lance de extrema ventura, são resgatados pelos comandantes da nave Coração de Ouro. Aí eles passam a conviver com outros personagens significativos: Zaphod Beeblebrox, que preside a Galáxia, e Trillian, ex-habitante da Terra que também conseguira fugir ao lado de Zaphod; e Marvin, o robô que tem por hábito desvalorizar a vida, vive depressivo e tem uma mente artificial genial.
Ao lado destas figuras únicas, os amigos navegam pelo Cosmos á procura de uma compreensão essencial da Vida, do Universo e de Tudo Mais, orientados constantemente por uma inusitada obra voltada para os viajantes cósmicos: O Guia do Mochileiro das Galáxias.
Neste livro encantador o escritor não poupa sua imaginação no momento de conceber como será o mundo do futuro, de que forma os habitantes do Cosmos se transportarão pelo espaço, como serão os extraterrestres, suas diferentes vidas culturais, as moedas utilizadas por cada povo, a gestão dos distintos Planetas, entre outros tantos detalhes fantásticos.
Este livro fez tanto sucesso que se transformou em uma série, a qual engloba mais três volumes e uma espécie de ‘bônus’. São eles: O Restaurante no Fim do Universo; A Vida, o Universo e Tudo Mais; Até Mais, e Obrigado pelos Peixes! E também o bônus: Praticamente Inofensiva, o qual não se decide quanto a ser ou não uma sequência dos antecessores.