João Salto

João Salto

O PRINCÍPIO...

Minha foto

A E. M. "João Salto" foi criada pela lei municipal n.º 353, de 25/10/60, pelo prefeito João Salto, autoridades constituídas e demais políticos daquela época, que verificaram a evasão dos jovens que buscavam em outras cidades campo para sua formação profissional. Deu-se o nome de "Escola Técnica de Comércio Municipal de Laranjal Paulista", iniciando suas atividades em um prédio no Largo São João. Depois desempenhou suas atividades no então "Grupo Escolar Quinzinho do Amaral" e em 1968 passou a funcionar no prédio atual. Em 1976, atendeu pelo nome de “Colégio Comercial Municipal de Laranjal Paulista”; em 1977, “Colégio Comercial Municipal “João Salto”; em 1980, Escola Municipal de Primeiro e Segundo Graus “João Salto”; em 1999, Escola Municipal de Ensino Fundamental e Médio “João Salto”; a partir de 2001 até os dias atuais, atende pelo nome de Escola Municipal “João Salto”. Todo ano letivo traz o conhecimento para mais de mil alunos matriculados no ensino fundamental e médio.

UM ESPAÇO A MAIS PARA A NOSSA COMUNICAÇÃO

Disponibilizamos um e-mail para que você possa nos enviar suas fotos, videos, mensagens, dúvidas e outras coisas que possam ser divulgadas no blog ou respondidas. Nos mande a foto ou video que você tem do passeio em classe, alguma matéria que interesse aos seus amigos, algum fato importante... você pode colaborar com a divulagação neste blog. Pedimos que as mensagens enviadas sejam devidamente identificadas e que esteja escrito a autorização da divulgação. Segue o endereço:
emjsalto@gmail.com

terça-feira, 16 de julho de 2013

DROGAS: UM ASSUNTO A SER TRATADO COM MUITA SERIEDADE!

DROGAS: ESTA LUTA É DE TODOS NÓS!

A Secretaria de Saúde de Laranjal Paulista, consciente do aumento de consumo de drogas, e atuante em sua prevenção e tratamento dos dependentes, informa a população que o Centro de Atenção Psico-Social (CAPS) oferece apoio e assistência especializada àqueles que procuram por uma vida longe das drogas, onde serão recebidos por uma equipe multidisciplinar para avaliação e tratamento. O primeiro passo, e o mais importante deles, é o dependente ter consciência de seu estado e aceitar ajuda e tratamento.

Sabemos que o consumo de drogas é um problema em nível mundial, que não afeta apenas a saúde do usuário, mas também causa sérios transtornos aos familiares e a sociedade, comprometendo a estabilidade socioeconômica de todos ao redor do dependente. Contribuindo com os demais segmentos da sociedade que busca combater este mal, a Secretaria de Saúde empenha-se em proporcionar maior acessibilidade ao dependente aos programas de assistência física e mental. A prevenção e o combate às drogas têm ganhado maior destaque na mídia e na sociedade, através de inúmeras campanhas lançadas quase diariamente, buscando minimizar o sofrimento dos dependentes e das famílias atingidas por este mal. Ressaltamos a importância da família em todas as etapas do processo de reabilitação do dependente, uma vez que o apoio e amor dos familiares será o alicerce para que o dependente decida reconstruir sua vida.

O primeiro passo, e o mais importante deles, é o dependente ter consciência de seu estado e aceitar ajuda e tratamento. Através do CAPS I, a Secretaria de Saúde oferece o auxílio necessário para aqueles que estão dispostos a abandonar a dependência química e reconstruir suas vidas. O CAPS I oferece acolhimento às famílias e tratamento aos dependentes, disponibilizando uma equipe especializada formada por médico psiquiatra, psicóloga, assistente social, enfermeiro, terapeuta ocupacional, monitor e auxiliar de enfermagem. Não há limite de demanda, uma vez que o atendimento do CAPS I ocorre em período integral, evitando filas ou espera por dias para atendimento. Oferece também medicação específica, através das farmácias da Rede Básica de Saúde, assistência ambulatorial na unidade e possíveis internações quando necessário em comunidades terapêuticas ou hospitais psiquiátricos.

O CAPS I está permanentemente à disposição dos dependentes e familiares para orientação, apoio e tratamento. O CAPS I fica no Largo São João, n°. 274, Centro, com telefone de contato (15) 3283-6363.